Ir para o conteúdo.Ir para a navegação

Navigation
  • 2010
  • Audiência discute a regulamentação dos motoboys

Audiência discute a regulamentação dos motoboys

Audiência discute a regulamentação dos motoboys

Plenário da Câmara


A Câmara realiza nesta terça-feira (14/09), Audiência Pública para discutir o projeto de lei de autoria do Executivo que regulamenta a atividade de motoboy, em Campinas. O encontro começa às 9h30, no Plenário. Pela proposta que tramita na Câmara, a categoria, assim como as empresas prestadoras desse tipo de serviço, terão uma série de regras a cumprir, que vão desde cursos de segurança no trânsito até cadastramento dos profissionais e empresas na Prefeitura.
 
O objetivo da proposta vai além de regularizar a atividade mas aumentar a segurança desses profissionais no trânsito. No ano passado, foram registrados na cidade 115 acidentes com mortes, sendo que deste total, 56 vítimas eram ocupantes de motos.

Atualmente há na cidade cerca de 1.045 motoboys, 69 prestadoras de serviço, 21 empresas tomadoras do serviço e dois sindicatos, de acordo com levantamento realizado pela Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec).

Pelo projeto, esses profissionais terão que se cadastrar, gratuitamente, na prefeitura para exercer a profissão. Para isso é necessário apresentar o certificado de participação do curso de treinamento básico, licenciamento do veículo, documentos pessoais, entre outros. As motos deverão atender algumas exigências como ter no mínimo 125 cilindradas, no máximo dez anos de fabricação e a garupa possuir uma espécie de caixa baú.

Um estudo realizado aponta o perfil dos motoboys. em sua maioria são homens com idades entre 27 e 35 anos, possuem o segundo grau e 80% deles estão vinculados a uma empresa ou cooperativa.

Texto: Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Campinas
Fotos: A.C.Oliveira/CMC

Publicada em 13/09/2010 15h42