Ir para o conteúdo.Ir para a navegação

Navigation
  • 2010
  • Câmara aprova projeto de combate ao crack em Campinas

Câmara aprova projeto de combate ao crack em Campinas

Câmara aprova projeto de combate ao crack em Campinas

Ver. Dário Saadi, autor do projeto

A Câmara aprovou na última reunião ordinária do ano, nesta quarta-feira (15/12), projeto de lei que institui em Campinas o Programa Especial de Combate ao Uso do Crack. A matéria de autoria do vereador Dário Saadi (DEM) tem por objetivo informar a população sobre os efeitos do uso da droga e promover ações preventivas.

De acordo com a proposta, a Prefeitura se responsabilizará pela realização do programa. Para isso ela está autorizada a celebrar convênio ou parceria com entidades pública e não governamentais para desenvolver atividades nas escolas municipais. As campanhas sobre dependência química causada pelo uso do crack deverão acontecer continuamente em toda a Rede de Saúde da cidade.

O consumo de crack, droga antes associada apenas à pobreza e que agora alcançou a classe média, é considerada a mais agressiva, tem maior facilidade em causar dependência, além de ser mais barata, o preço varia de R$5,00 a R$10,00.

De acordo com dados apresentados à Câmara dos Deputados no início de maio, quando foi lançado o programa nacional de combate ao uso da droga, o número de usuários hoje no Brasil está em torno de 1,2 milhão. A idade média para início do uso da droga é 13 anos, segundo estimativa feita com base em dados do censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE).

O programa de combate que deve atuar em três frentes: combate, prevenção e tratamento. O projeto de lei de autoria de Dário Saadi segue para a sanção do prefeito Hélio de Oliveira Santos.

Texto e Fotos: Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Campinas
Publicada em 15/12/2010 21h25