Ir para o conteúdo.Ir para a navegação

Navigation
  • 2010
  • Câmara divulga trabalho assistencial do Instituto Paulo Freire

Câmara divulga trabalho assistencial do Instituto Paulo Freire

Câmara divulga trabalho assistencial do Instituto Paulo Freire

Adriana Torres e vereador Prof. Alberto

Por indicação do vereador Prof. Alberto (DEM) a primeira parte da reunião da Câmara Municipal de Campinas desta quarta-feira (29/11) foi reservada para a divulgação dos trabalhos do Instituto Paulo Freire de Ação Social. A entidade presta serviço de assistência a crianças e adolescentes em comunidades do Monte Cristo, Oziel, Gleba B e Jardim do Lago. Entre outros projetos, o Instituto oferece aulas de reforço a crianças de seis a 12 anos e proporciona atividades extracurriculares que vão desde aulas de educação física, a cursos de introdução às artes, música e reflexão cristã.

“O Instituto oferece assistência social continuada e com acompanhamento, de modo que a ação possa produzir efeitos eficazes e permanentes”, disse a coordenadora pedagógica do Instituto, Adriana Torres. “Não se trata de um mero assistencialismo, mas de uma ação social transformadora, que envolve a pessoa, resgatando a personalidade elevando a sua auto-estima”, acrescenta a cooordenadora. “O slogan do Instituto Paulo Freire é “Transformando vidas e preparando para o futuro e só se transforma e prepara através da Educação”, concluiu ela.

O vereador Prof. Alberto conta que a criação do instituto surgiu da sensibilidade do Pastor Paulo Freira. “Uma vez, ele estava viajando de avião e, de lá de cima, viu um grupo de crianças tocando violino e pensou. Porque não montar um grupo desses em Campinas? E porque não montar em uma comunidade carente?”, disse o vereador. “E neste momento eu quero parabenizar o pastor Paulo Freire porque ele sonhou, mas não ficou no sonho. Ele materializou o sonho”, acrescentou.

Professor Alberto disse que as pessoas podem ajudar de várias maneiras. “Agora nesta época de Natal, as podem fazer doações de brinquedos a crianças. Ou então orar pelas pessoas que trabalham no Instituto, porque lá estão voluntários”, lembrou.

Para o vereador, apesar do pouco tempo de existência, o Instituto já uma referência pedagógica em Campinas já que, segundo ele, “trata-se de um novo modelo de se fazer inclusão social”.

O pastor Paulo Roberto Freire da Costa assumiu a direção da Assembleia de Deus em Campinas – Ministério Belém no dia 11 de março de 1995.

Paulo Freire iniciou seu ministério, trabalhando com os jovens da Assembléia de Deus no Belenzinho-SP por 8 anos. Em seguida, foi convidado a dirigir a igreja que está em Hermelino Matarazzo, também em São Paulo. Em 1987 foi enviado aos Estados Unidos como missionário e só retornou ao Brasil em 1995.

Texto e Foto: Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Campinas

Publicada em 30/11/2010 17h32