Ir para o conteúdo.Ir para a navegação

Navigation
  • 2010
  • CEE vai avaliar prevenção de enchentes e áreas de risco

CEE vai avaliar prevenção de enchentes e áreas de risco

CEE vai avaliar prevenção de enchentes e áreas de risco

Oya (esq.) Politizador e Zimbaldi

A Câmara Municipal aprovou na noite desta segunda-feira (03/05), a instituição da Comissão Especial de Estudos (CEE) que vai avaliar medidas de prevenção a enchentes e a identificação de áreas de risco em Campinas, com base nos chamados 10 Mandamentos da Natureza Urbana. A Comissão terá a presidência do vereador Antônio Francisco dos Santos, o Politizador (PMN) e os vereadores Paulo Oya (PDT) Rafa Zimbaldi (PP) como integrantes.

No início de abril deste ano, o prefeito Hélio de Oliveira Santos (PDT) declarou que a cidade só deverá ficar livre das enchentes em dez anos e, para isso, serão necessários R$ 203,5 milhões em investimentos para realização de obras que irão corrigir as calhas de córregos, alargar pontes, desassorear cursos de água e implantar rede de águas pluviais em vários bairros.

Veja quais são os 10 Mandamentos da Natureza Urbana:

1º: Urbanizar a cidade, reorganizando e estruturando as favelas.


2º: Aprovar os loteamentos somente após análise da área (risco) e a adequada instalação de infra-estrutura (água, energia elétrica, saneamento).


3º: Limpar periodicamente as margens dos córregos e rios da cidade e plantar mata ciliar.

4º: Limpeza das galerias de água pluviais, periodicamente, afim de evitar entupimentos.

5º: Proibir o avanço de condomínios em áreas de preservação ambiental.


6º: Proibir o desmatamento das matas ciliares, com penalidades.


7º: Retirar moradores das áreas de risco de desabamento, alagamento, para proteger a integridade física e psíquica.


8º: Conscientizar a população de não jogar lixos nas galerias d´agua e redes de esgotos.


9º: Manter praças e áreas verdes nas áreas urbanas para melhorar a permeabilização do solo.


10º: União dos Três Poderes (Legislativo, Executivo e Judiciário) para que se crie vontade política e viabilize a segurança habitacional ao meio ambiente.


Texto: Assessoria de Imprensa do gabinete do vereador Politizador

Foto: A.C. Oliveira/CMC





Publicada em 3/05/2010 21h08