Ir para o conteúdo.Ir para a navegação

Navigation
  • 2010
  • Estatuto da Criança e Adolescente pode virar disciplina escolar

Estatuto da Criança e Adolescente pode virar disciplina escolar

Estatuto da Criança e Adolescente pode virar disciplina escolar

Vereador Prof. Alberto: estatuto

A Câmara aprovou na noite desta segunda-feira (01/02) o projeto de lei que inclui o Estatuto da Criança e Adolescente (ECA) como tema a ser abordado dentro das salas de aula da rede municipal de ensino. O projeto de autoria do vereador Professor Alberto (DEM), passou em segunda votação (mérito) e será encaminhado para sanção ou veto do prefeito em 15 dias.

“Sei que não podemos alterar a grade curricular, mas podemos sugerir que esse estudo seja ministrado de forma transversal, ou seja a ser discutido em atividades  multidisciplinares. Acho que é um tema que tem que ser discutido dentro das escolas, pois as crianças e adolescentes devem conhecer os seus direitos e deveres. Mais do que isso, trata-se de um tema que está sendo alvo de concursos para professores. Então seria uma forma dos docentes se aprimorarem”, disse o vereador.

Pelo projeto, a Prefeitura fica autorizada a incluir no currículo da rede municipal de ensino o estudo do ECA. A inclusão tem como objetivo estimular o conhecimento das crianças e adolescentes sobre as medidas que garantam os direitos de cidadania. O tema será trabalhado com os alunos e a participação de familiares, educadores, diretores e demais funcionários.

O objetivo é que o Estatuto esteja presente na escola e também seja entregue para que os pais e professores.

Texto: Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Campinas

Fotos: A.C.Oliveira/CMC

Publicada em 1/02/2010 21h25