Ir para o conteúdo.Ir para a navegação

Navigation
  • 2010
  • Projeto prevê postos de informações turísticas em Campinas

Projeto prevê postos de informações turísticas em Campinas

Projeto prevê postos de informações turísticas em Campinas

Vereador Biléo Soares (dir.) em plenário

Projeto de autoria do vereador Biléo Soares (PSDB) que começou a tramitar esta semana na Câmara, pretende criar em Campinas postos de informações turísticas. Batizado de “Informa Campinas” o posto deverá estar em condições de oferecer desde informações sobre localização de ruas até onde o visitante poderia encontrar serviços hotéis, espaços para eventos e convenções, de áreas de lazer e entretenimento, além de informações sobre a história da cidade. Pelo projeto, deverá haver a instalação de um posto para cada grupo de cem mil habitantes.

Seriam postos de informações para acolher o turista de forma adequada. Muitas vezes, as pessoas vem a Campinas sem informações sobre a localização de determinada rua; sem saber onde fica uma boate para sair à noite; onde estão os estádios de Guarani ou Ponte Preta, o aeroporto de Viracopos, etc. Então, a cidade tem que se preparar para o futuro”, explica o vereador.

De acordo com a proposta, a responsabilidade pelo desenvolvimento do programa ficará a cargo da Secretaria Municipal de Comércio, Indústria, Serviço e Turismo. A Prefeitura ainda poderá firmar convênios ou parcerias com universidades, organizações não governamentais, cooperativas e associações para a realização do programa. E também ficará a cargo da Administração definir os pontos onde serão instalados os postos de informações.

Biléo Soares diz que, tradicionalmente, Campinas que atrai o turismo de negócios - um setor que deve aumentar ainda mais com a ampliação do aeroporto, a chegada do trem rápido e, para isso, precisa ter uma estrutura de informação. “Somos uma cidade- pólo; uma região de destaque no Estado. Campinas precisa ter uma estrutura de cidade metrópole. Não existe uma grande cidade sem informações”.

O projeto, que está sendo analisado pelas Comissões Permanentes da Câmara ainda deverá passar por duas votações, antes de ser encaminhado para a sanção do prefeito.



Texto: Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Campinas

Foto: A.C. Oliveira/ CMC







Publicada em 17/05/2010 15h59