Ir para o conteúdo.Ir para a navegação

Navigation
  • Dezembro
  • Moção de Rossini apela ao governo do Estado para repor a Ciclosporina nas farmácias de alto custo de Campinas

Moção de Rossini apela ao governo do Estado para repor a Ciclosporina nas farmácias de alto custo de Campinas

Moção de Rossini apela ao governo do Estado para repor a Ciclosporina nas farmácias de alto custo de Campinas

Vereador Luiz Carlos Rossini é o autor da Moção

A Câmara de Campinas aprovou Moção, elaborada pelo vereador Luiz Carlos Rossini (PV), que apela ao ao governador Geraldo Alckmin a adoção de medidas urgentes para repor a Ciclosporina que está em falta nas farmácias de alto custo da rede pública. Por ser de uso obrigatório, o medicamento tem de ser garantido pelo Estado.

O remédio, usado após transplante de rim, fígado, pâncreas, coração, pulmão ou medula óssea, inibe as reações do organismo contra tecidos "estranhos", para prevenir a rejeição e garantir o funcionamento adequado do órgão ou medula óssea transplantados, prolongando assim a sobrevida do paciente.

Há um mês este medicamento está em falta nas farmácias de alto custo de Campinas, deixando a população de transplantados desabastecida e sujeita a consequências sérias para sua saúde.

Segundo a Unicamp, existem na região cerca de 3000 transplantados, sendo que a maior parte faz uso diário desse medicamento, o que torna a situação gravíssima.

“É inadmissível, portanto, que o Estado negligencie o seu papel e por falha administrativa, falta de planejamento ou de recurso, deixe milhares de pessoas sofrendo o desespero provocado pela falta do medicamento”, argumenta Rossini na Moção de Apelo.

 

Texto: Assessoria de Imprensa do vereador Luiz Carlos Rossini (PV)

Foto: Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Campinas

Publicada em 11/12/2015 14h40