Ir para o conteúdo.Ir para a navegação

Navigation
  • Dezembro
  • Melhores do Jornalismo: TV Câmara tem duas reportagens entre as três finalistas do prêmio FEAC 2018; vencedor será conhecido no dia 13 de dezembro

Melhores do Jornalismo: TV Câmara tem duas reportagens entre as três finalistas do prêmio FEAC 2018; vencedor será conhecido no dia 13 de dezembro

06/12/2018

A busca pela excelência jornalística é um dos pilares da TV Câmara Campinas. E esta excelência é reconhecida: duas das três matérias finalistas do Prêmio Fundação FEAC de Jornalismo deste ano são do Canal Legislativo. O grande vencedor será conhecido em cerimônia na noite de 13 de dezembro na sede da Fundação FEAC.

As reportagens da TV Câmara selecionadas pelos jurados são “Primeira Infância: Família Acolhedora”,  da jornalista Mirna Abreu, e “Equoterapia na Primeira Infância”, da repórter Grasieli Gerondi. Também na disputa está a EPTV Campinas participa com a série “Olhar de criança”, inscrita pela produtora Fernanda Zanetti.

Outros 12 profissionais disputam a premiação nas demais categorias, sempre com o tema “Desenvolvimento da Primeira Infância”. Na categoria Fotojornalismo estão na disputa Denny Cesare, do jornal Metro Campinas, com o trabalho “A certeza de um futuro; Leandro Torres, da Revista Metrópole . com “Infância com afeto”; e Martinho Cayres, da Agência Social  de Notícias, com “Dona Carminha: exemplo de inclusão na Educação Infantil de Campinas”.

Os classificados de Mídia Impressa são Tote Nunes, do Metro Campinas, com a matéria “Desigualdade na educação cria abismo na primeira infância”;  e  dois repórteres da Rede Anhanguera de Comunicação (RAC), Kátia Camargo, pela Revista Metrópole, com “Brincar é coisa séria”e Rafaela Dias, do Correio Popular, com “O alívio de ouvir os primeiros sons”.

Três jornalistas da rádio CBN Campinas figuram na disputa da modalidade Rádio: Stephanie Haidar, Marco Guarizzo e Leandro las Casas emplacaram as reportagens “Teatro na Primeira Infância contribui para a formação de adultos inovadores”, “Primeira Infância já começa na gestação para mães que recebem ajuda profissional gratuita”e “Primeira Infância – A necessidade de uma família acolhedora”.


Na modalidade Jornalismo Online, o G1 concorre com a matéria “G1 mostra histórias de filhos de presidiárias e impacto da experiência na Primeira Infância”, de Fernando Evans. Já o Correio Popular on line participa com Infância com afeto”, de Janete Trevisani. Por fim, o portal Arquidiocese de Campinas entra na disputa com “30 anos da Pastoral da Criança na Arquidiocese de Campinas: hortas caseiras e aleitamento materno”, de Barbara Beraquet.

Premiação

Os cinco vencedores do 21º prêmio FEAC de Jornalismo serão conhecidos no dia 13 de dezembro, em cerimônia para convidados, a ser realizada na sede da Fundação FEAC (Rua Odila Santos de Souza Camargo, 34 – Jardim Brandina, Campinas/SP), a partir das 19h.

O Prêmio FEAC de Jornalismo é uma iniciativa de reconhecimento do papel fundamental da imprensa para o desenvolvimento social. O objetivo central é contribuir com a valorização da função social do jornalismo que assume contornos de serviço público e fornece para a sociedade informações essenciais para o pleno exercício da cidadania.

Anualmente, o Prêmio FEAC de Jornalismo reúne parceiros que apoiam a iniciativa. A edição de número 21 tem patrocínio máster do Iguatemi Campinas e apoio da Fundação Educar DPaschoal. Associação Campineira de Imprensa (ACI) e Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo – regional Campinas – são parceiros institucionais.

Texto: Central de Comunicação Institucional da CMC, com informações da FEAC.
Fotos: Central de Comunicação Institucional da CMC

Publicada em 6/12/2018 18h00