Ir para o conteúdo.Ir para a navegação

Navigation
  • Novembro
  • Câmara aprova moção de apelo para cobrar regularidade na distribuição de medicamentos na Farmácia de Alto Custo

Câmara aprova moção de apelo para cobrar regularidade na distribuição de medicamentos na Farmácia de Alto Custo

05/11/2018

Moção aprovada pela Câmara, por unanimidade, na sessão desta segunda-feira (5/11), de autoria do vereador Ailton da Farmácia (PSD), apela para que a Farmácia de Alto Custo regularize a distribuição de medicamentos para tratar a Hepatite C e também o glaucoma. A moção será direcionada para a Secretaria de Estado da Saúde e ao Departamento Regional de Saúde – DRS VII.

Segundo o autor, “há mais de três meses, pacientes com Hepatite C não encontram os medicamentos Sofosbuvir, Daclatasvir (nome comercial Daklinza) e Ribavirina”. “Temos recebido denúncias de que pacientes diagnósticos recentemente com a doença se inscrevem na Farmácia de Alto Custo, deixam a receita médica, porém, ao menos, recebem um telefonema para que compareçam à Farmácia de Alto Custo com o objetivo de confirmarem a inscrição e a retirada dos medicamentos”, disse Ailton.

O vereador disse que são pacientes que necessitam controlar a Hepatite C com o objetivo de evitar o transplante de fígado, que causaria ainda mais gastos ao Poder Público. “Essas pessoas nem dormem de tanta preocupação. Precisamos fazer com que esses pacientes levem uma vida com o mínimo de dignidade”, ressaltou.

A moção também abrange a falta de medicamentos para o tratamento do glaucoma. “Sugerimos um estudo para que o colírio de nome Lumigan possa ser substituído pelo medicamento pela fórmula genérica denominada Bimatoprosta 0,3mg/ml, que tem menor valor no mercado. Com isso, seria de mais fácil acesso para a aquisição por parte do governo do Estado e não deixaria as pessoas à mercê do risco da cegueira pela falta do medicamento”, finalizou Ailton da Farmácia.

Texto: Gabinete do vereador Ailton da Farmácia (PSD)

Foto: Central de Comunicação Institucional da CMC

.

Publicada em 5/11/2018 20h48