Ir para o conteúdo.Ir para a navegação

Navigation
  • Fevereiro
  • Nelson Hossri - autor do requerimento de convocação de secretário de Governo – pede que Comissão Processante aguarde o depoimento de Michel Abrão antes de concluir relatório

Nelson Hossri - autor do requerimento de convocação de secretário de Governo – pede que Comissão Processante aguarde o depoimento de Michel Abrão antes de concluir relatório

11/02/2019

O vereador Nelson Hossri (Podemos) protocolou na manhã desta segunda-feira (11/02) um pedido para que a Comissão Processante que apura se houve infração política-administrativa do prefeito Jonas Donizette no Caso Ouro Verde, no qual o Ministério Público aponta desvios de verbas públicas no convênio entre o hospital Ouro Verde e a Organização Social Vitale para que não conclua seu relatório final antes da audiência do próximo dia 27 que deve ouvir o secretário de Governo Michel Abrão.

O parlamentar é autor do requerimento de convocação, que foi aprovado na reunião de 10 de dezembro do ano passado e que determina a presença do secretário no Plenário. “Michel precisa esclarecer a toda população de Campinas por que está sendo citado nos depoimentos das testemunhas de acusação, como por exemplo, pelo delator Daniel Câmara”, questiona. 

Nelson lembra ainda que o pedido do colega parlamentar Marcelo Silva (PSD), vereador denunciante da CP, de ouvir o agente político na própria comissão não foi acatado, portanto, ele reforça a necessidade de que é preciso aguardar o depoimento do dia 27. 

“Já que a CP não ouviu o Michel por motivos burocráticos, protocolei este pedido diretamente na CP, para que, em especial o relator, vereador Gilberto Vermelho (PSDB), tenha paciência e aguarde o depoimento do dia 27. Michel pode ser a cereja do bolo de todo esse processo, precisamos ouvi-lo”, conclui o parlamentar. 

No último dia 7 a CP ouviu o prefeito Jonas Donizette e encerrou a fase de instrução do processo. O presidente dos trabalhos, vereador Luiz Henrique Cirilo (PSDB) deu o prazo de até o dia 14 para que a defesa técnica do prefeito apresente suas alegações finais. Após isso, Cirilo dará de 10 a 15 dias para que o relator apresente o documento final. A CP tem até o dia 7 de março para ler todo o processo e votar o relatório. 

Saiba mais de como será o depoimento de Michel Abrão aqui. 

Texto: Gabinete do vereador Nelson Hossri

Foto: Central de Comunicação Institucional da CMC

 

Publicada em 11/02/2019 16h55