Ir para o conteúdo.Ir para a navegação

Navigation
  • Junho
  • Com votos de vereadora-estudante Down e vereador-estudante autista, Parlamento Jovem aprova três projetos sobre inclusão

Com votos de vereadora-estudante Down e vereador-estudante autista, Parlamento Jovem aprova três projetos sobre inclusão

11/06/2019

Inclusão não é uma novidade no Parlamento Jovem. Na primeira edição do projeto, no ano passado, entre os estudantes eleitos havia um surdo, que atuou com afinco no programa que estimula a participação política promovido pelo Legislativo. Nesta terceira edição, há uma jovem vereadora com Down e um jovem vereador autista.

A inclusão, porém, não para por aí: ela também está presente nas idéias: na reunião ordinária realizada nesta manhã, três projetos apresentados –e aprovados – versaram sobre o tema. Um deles, de Igor Henrique Lima Sousa, determina a  presença de professores de educação especial pela quantidade de alunos com deficiência nas escolas.

O segundo, de Lucas Santarosa Scagliarini, determina atendimento especializado para surdos no município de Campinas. Por fim, projeto da jovem vereadora Milena de Oliveira Quesada disponibiliza auxílio profissional nas escolas como psicólogos, especialistas em braile, fonoaudiologia e terapia ocupacional.

Vale lembrar que os projetos de lei aprovados no Parlamento não têm aplicação prática, mas deles é dado conhecimento aos vereadores “de verdade”, que podem aproveitá-los em projetos reais, sempre dando mérito aos jovens alunos. Já as indicações são encaminhadas, como as do próprio Legislativo, porém apenas após a conclusão da edição em vigor. O PJ volta a se reunir na próxima terça-feira (18), a partir das 14 horas.

Confira a seguir a votação desta manhã e veja o vídeo da reunião na íntegra mais abaixo:

I1) REJEITADO. Discussão e votação do Projeto de Lei nº 28/19, do jovem vereador Hilquias Silvestre de Oliveira, que “proíbe o consumo de qualquer produto fumígeno, derivado ou não de tabaco, em quadras, praças e outras áreas públicas de esporte e lazer”.

2) APROVADO. Discussão e votação do Projeto de Lei nº 16/19, da jovem vereadora Milena Victoria de Oliveira Quesada, que “dispõe sobre a disponibilização de auxílio profissional aos estudantes do Ensino Fundamental I e II nas unidades de ensino situadas no município de Campinas”.

3) APROVADO. Discussão e votação do Projeto de Lei nº 3/19, do jovem vereador Lucas Santarosa Scagliarini, que “dispõe sobre o atendimento especializado para surdos no município de Campinas”.

4) APROVADO. Discussão e votação do Projeto de Lei nº 26/19, da jovem vereadora Ellen Machado Ferreira de Almeida, que “cria os Centros de Educação Ambiental e de Atividades Sustentáveis – CEAAS em todos os parques ecológicos e lineares de Campinas”.

5) APROVADO.  Discussão e votação do Projeto de Lei nº 13/19, do jovem vereador Igor Henrique Lima Sousa, que “dispõe sobre a obrigatoriedade de provimento de profissionais de educação especial pelas escolas localizadas no município de Campinas”.

6) APROVADO. Discussão e votação do Projeto de Lei nº 4/19, da jovem vereadora Tânia Vitória Silva Avelino, que “cria o Programa de Acolhimento, Referência e Inserção Social de Moradores em Situação de Rua no município de Campinas”.

7) APROVADO. Discussão e votação do Projeto de Lei nº 11/19, da jovem vereadora Maria Eduarda Godoi de Macedo, que “dispõe sobre a isenção de 2% dos impostos municipais para livrarias e farmácias”.

8) APROVADO.  Discussão e votação do Projeto de Lei nº 20/19, da jovem vereadora Caroline Victoria Jesus de Freitas, que “disponibiliza o acesso a escolas públicas municipais aos fins de semana e feriados para lazer da comunidade local e para garantir espaços de práticas seguras para meninas”.

9) APROVADO. Discussão e votação do Projeto de Lei nº 21/19, do jovem vereador Pedro Henrique de Jesus Campos, que “dispõe sobre a obrigatoriedade da distribuição de repelentes gratuitamente em hospitais municipais e privados”.

Texto e foto: Central de Comunicação Institucional da CMC

Publicada em 11/06/2019 16h50
registrado em: