Ir para o conteúdo.Ir para a navegação

1881 a 1890: eleições anuais para presidente da Casa

Confira os presidentes da Câmara Municipal neste período. Vale lembrar que a falta de padronização dos registros localizados impede uma identificação efetiva e distinta dos vereadores e suplentes neste período, razão pela qual optou-se pela divulgação dos nomes dos presidentes da Casa visto que eles foram registrados documentalmente de maneira inequívoca.

1881 – 1882
Antônio Egydio de Souza Aranha

Esta Câmara foi “extinta por lei geral”  (segundo ata, trata-se do Decreto 8.716, de 21 de outubro de 1882, do Governo Geral do Brasil) e, a partir deste ponto, as eleições para a Presidente e Vice-Presidente passam a ser anuais, conforme § 5° do art. 22 do Decreto 3.029, de 9 de janeiro de 1881:

“§ 5º As Camaras Municipaes continuarão a compor-se do mesmo numero de vereadores marcado na legislação vigente, com excepção das seguintes que terão: a do municipio da Côrte 21 membros; as das capitaes das Provincias da Bahia e Pernambuco 17; as das capitaes das do Pará, Maranhão, Ceará, Rio de Janeiro, Minas Geraes, S. Paulo e S. Pedro do Rio Grande do Sul 13; e as das capitaes das demais provincias 11. Cada uma das mesmas Camaras terá um presidente e um vice-presidente, os quaes serão eleitos annualmente, na 1ª sessão, pelos vereadores d'entre si.”

1883 – 1886
Amador Bueno Machado Florence

1887 – Salvador Leite de Camargo Penteado

1888 – Otto Langgaard

1889 – José Paulino Nogueira

1890 – José Paulino Nogueira